Blog Soulog

PIX e o E-commerce

O que é PIX?

Para começar a falar sobre PIX, precisamos entender o que significa PIX.

É uma sigla? Não! O nome escolhido pelo Banco Central, na verdade, não é nenhuma sigla, mas um termo que remete a conceitos como tecnologia, transação e pixel. A ideia é ser tão simples como um bate-papo em redes sociais, inclusive no nome. Ao contrário do que muitos haviam difundido anteriormente, o PIX não é uma criptomoeda, mas sim um meio de pagamento instantâneo. As transações são feitas em real brasileiro (R$).

O que é um PIXEL?

Pixel é o menor elemento em um dispositivo de exibição, ao qual é possível atribuir-se uma cor. De uma forma mais simples, um pixel é o menor ponto que forma uma imagem digital, sendo que um conjunto de pixels com várias cores formam a imagem inteira.

O que é criptomoeda?

Uma criptomoeda é um meio de troca, podendo ser centralizado ou descentralizado que se utiliza da tecnologia de blockchain e da criptografia para assegurar a validade das transações e a criação de novas unidades da moeda.

Mais sobre o PIX:

Voltando ao PIX, que é na verdade um meio de pagamento eletrônico que já funciona desde o dia 05 de outubro de 2020 e, integralmente, a partir de 16 de novembro de 2020 veio para revolucionar as formas de pagamento.

Suas chaves de transação (conhecidas como chaves Pix) podem ser cadastradas utilizando os números do telefone, CPF ou endereço de e-mail do usuário, ou mesmo através de uma chave aleatória que possibilita o acesso aos dados bancários do usuário da conta e realizar a transação imediatamente. O novo método de pagamento faz parte do Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI), que foi estabelecido pelo comunicado nº 32.927, de 21 de dezembro de de 2018 do Banco Central do Brasil (BACEN) e depois atualizado pelo comunicado n° 34.085 de 28 de agosto de 2019.

Atualmente, as transferências são entre contas bancárias através de TEDs e DOCs, além de boletos ou pagamentos com dinheiro. Essas operações continuarão funcionando, porém elas não são instantâneas como o PIX, algumas levam alguns dias e também custam para quem utiliza os meios.

Vantagens:

● Rapidez e agilidade, pode ser feito também em qualquer horário ou dia da semana;

● Recebimentos mais rápidos para os lojistas refletem em uma otimização da gestão de fluxo de caixa e, consequentemente, facilidade de automatização de conciliação bancária;

● A competitividade entre os prestadores de pagamentos tende a gerar melhor qualidade e menor custo nos meios já existentes (Assim esperamos)!

Desde que entrou em operação, em 15 de novembro, o Pix, novo sistema brasileiro de pagamentos instantâneos, movimentou R$ 83,4 bilhões, num total de 92,5 milhões de transações, informou hoje (16) o Banco Central (BC)

Você está esperando o que?

Conhece a Soulog? Fale com a gente!

Mais artigos: https://www.soulog.com.br/blog

#vemprasoulog #fulfillmentévida

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
WeCreativez WhatsApp Support
👋 Olá, como podemos ajudar?
Rolar para cima